Inclusiva

Promover oportunidades para todos, reduzir o déficit habitacional da cidade e proporcionar condições dignas de moradia para a população mais vulnerável do município.

Essas são algumas das metas alcançadas pela gestão pública nos últimos anos. Foram contratadas mais de 3 mil unidades habitacionais destinadas às famílias residentes em áreas de risco e que recebem aluguel social.

O cuidado com a população em situação de rua foi ampliado por meio do Consultório na Rua, uma iniciativa de inclusão social que envolve médicos, psicólogos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, redutores de danos e assistentes sociais na abordagem direta e encaminhamento das pessoas em risco, visando à erradicação da miséria e garantia dos direitos básicos do cidadão.

Niterói Sem Miséria

Niterói ocupa a primeira posição no ranking estadual do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), além de ter a maior proporção de famílias nas classes A,B e C do Rio de Janeiro. No entanto, apesar da excelente colocação, assim como demais cidades, também precisa enfrentar as desigualdades sociais.

Para isso foi criado o programa Niterói Sem Miséria, que estabeleceu um plano municipal de políticas públicas para população em situação de rua, criou um pacote de leis municipais garantindo assistência social aos grupos mais vulneráveis e implantou um sistema de Acompanhamento Familiar.

A prefeitura construiu e inaugurou dois centros de acolhimento para crianças e dois centros para acolhimento de população em situação de rua também implementado um Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) no Largo da Batalha.

Crack: É Possível Vencer

Enfrentar o problema do consumo de drogas de forma ampla, com equipes multidisciplinares e com a participação de diversas secretarias são os objetivos do programa Crack é Possível Vencer, implantado pela Prefeitura de Niterói.

Para fazer frente ao problema, a prefeitura implantou uma base móvel de monitoramento, com câmeras, disponibilizou outros quatro veículos (duas motocicletas e dois automóveis), capacitou agentes da Guarda Municipal e criou o Serviço de abordagem de rua.

Além disso, implementou o Consultório de Rua, abriu 50 novas vagas de acolhimento para dependentes na Secretaria de Assistência Social e inaugurou uma unidade exclusiva para acolhimento de crianças.

imóveis entregues de um total de 3.126 unidades habitacionais já contratadas.

Morar Melhor

Ter uma moradia digna é o sonho de todas as famílias, principalmente àquelas em áreas de risco e de vulnerabilidade social. Para a prefeitura, atender a esse anseio é prioridade. Por isso, o programa Morar Melhor foi desenvolvido por meio de uma parceria da Prefeitura de Niterói com a Caixa Econômica Federal (CEF).

Desde sua implantação, o município contratou 3.126 unidades habitacionais de interesse social em diversos bairros da cidade, como o Caramujo, que já recebeu 600 imóveis. Desse total, 1.090 unidades foram entregues às famílias beneficiadas até o fim de 2016 e mais 240 famílias receberam as chaves de seus imóveis ainda no primeiro semestre de 2017.